3 de mai de 2009

Escrevendo na areia...

“...mas Jesus, inclinando-se, escrevia na terra com o dedo”.

Não existe na Bíblia, e em nenhum livro no mundo, qualquer palavra escrita por Jesus.
A única vez que Ele escreveu, o fez na areia e quando sopraram os ventos, ninguém conseguiu saber o que havia sido escrito.
Porém, sobre nenhum homem no mundo houve tantas palavras escritas.

Não existe nenhum escritor no mundo que tenha vendido tantos livros, quanto àquele que contém suas palavras.
As palavras que foram escritas na areia ninguém as conheceu, pois logo desapareceram. Mas, as escritas no coração, até hoje estão gravadas e Ele ainda continua a escrevê-las nos corações de homens e mulheres que se dispõem a ouvi-lO.
“Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

Quantos leram, ouviram, mas não foram libertos?
Quantos leram, ouviram e converteram-se do seu mau caminho e foram libertos porque conheceram a verdade?
Suas palavras continuam a ser pregadas, interpretadas e reveladas. Entretanto, muitos continuam como os fariseus da época de Jesus, a dizer:
“Eu não preciso destes ensinos, eu tenho a minha sabedoria”. Não posso crer num homem que viveu há dois mil anos.
Eu vivo hoje e seus ensinos são antigos e servem apenas para aquela época”, diz o pensador moderno.
Jesus continua a dizer: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem”.
Jesus não escreve mais na areia, mas continua a falar aos ouvidos. As letras que foram escritas na areia, o vento veio e as levou. As que são ditas aos nossos ouvidos promovem uma verdadeira revolução no nosso interior. Elas transformam nosso ser, nos liberta do nosso ego, do nosso saber e, principalmente, nos liberta de nós mesmos, pecadores que somos.
As palavras faladas produzem vida e esta em abundância. Enquanto as palavras escritas na areia desapareceram com o vento e ninguém as conheceu, as palavras faladas correram o mundo, transformaram homens e mulheres; sob estas palavras foi edificada uma Igreja.
Estas mesmas palavras criaram o mundo; e elas ainda guiam e sustentam este mundo. “O verbo se fez carne e habitou entre nós”.
O nosso desejo deve ser que as Palavras de Jesus Cristo, o verbo de Deus, sejam escritas em nossos corações, para que elas possam nos transformar em seus discípulos.
Rev. Fred Souto



3 comentários:

  1. POETA, AMIGO ...
    POETA ILUMINADO E ABENÇOADO!
    PERMITA DEUS QUE POSSAMOS MANTER SEMPRE ESSE RELACIONAMENTO DE AMIZADE, CARINHO, E MÚTUO RESPEITO.
    OBRIGADO POR PERMITIR-ME FAZER PARTE DE VOSSA AMIZADE.
    QUE O SENHOR LHE ABENÇOE!
    bjs**************************************
    SAUDADES!
    NÃO ETOU CONSEGUINDO ENVIAR EMAIL, VOU RESOLVER EM BREVE, NÃO LHE ESQUEÇI, VIU?

    ResponderExcluir
  2. CAD VC AMIGO?
    SAUDADES....
    ESTÁ TUDO BEM?

    ResponderExcluir

Deixe aqui o seu comentário