28 de jan de 2009

O Maravilhoso Caminho das Índias...


Seria interessante a Rede Globo mostrar essa Índia na 'telinha'.
Mas não, veremos muitos pôr-do-sol com o Taj Mahal ao fundo, cítaras tocando, quem sabe até um pouco de mestre Ravi Shankar...
Quando trabalhei na indústria farmacêutica havia uma história terrível do filho de um presidente de multinacional que virou "monge" e passou três anos na Índia. Ao voltar, o pai foi buscá-lo no aeroporto de Cumbica e o levou direto ao hospital Albert Einstein. O rapaz ficou internado seis meses. Ele tinha tudo, desde problemas dermatológicos sérios até parasitas no cérebro, passando por infecções gerais nos órgãos internos.
Abaixo o relato de quem tirou algumas das fotos (nem todas são dela) e conheceu essa "maravilha" in loco. Marco Antônio
O rio Ganges fede, é altamente poluído, mas assim mesmo todos se banham nele.Nova Delhi fede e vc é alertada pelos guias a não dar esmolas, pois se der pra um os demais simplesmente vêm pra cima querendo o mesmo. Se vc não der, eles te cospem, xingam, atiram pedra, um inferno.As pessoas fedem e vc é obrigada a conviver com os dejetos humanos e animais (vacas, cachorros, macacos, elefantes , etc.)
A Globo deixou de mostrar a quantidade de mendigos existentes nos maravilhoso monumentos Indianos. As fotos apresentadas são assustadoras, porém, dá pra perceber que condiz com o que vi.

Posted by Picasa

Comentário
Eis o retrato de um aspecto terrível do nosso país:
A educação de boa qualidade, direito fundamental que nos é sonegado pelo estado, produz gente ignorante o suficiente para se tornar massa de manobra pelo esquema da mídia, televisiva principalmente, que deita e rola induzindo modas, hábitos e consumo.
As novelas, são o circo que esse povo consome e que os afasta da realidade e do desenvolvimento de um senso crítico que ameaçaria os interesses de quem vive da miséria humana, cujo ponto alto é a ignorância.
Através da objetiva dessas programações, o povo ignorante recebe doses glamourizadas daquilo que interessa vender, e, sem condição de exercer uma crítica objetiva, toma como verdadeiro o que vê.
Isso é igual aos filminhos da propaganda politica que mostram cenas maravilhosas de um Brasil que a gente não vê nas nossas cidades e campo, e que ilude o suficiente para eleger os mesmos abutres de sempre.
Pobre país esse que torna o conhecimento um sonho inatingível e que ainda se gaba de ter uma gente simplória que ri da própria desgraça!
Rev. Cláudio Macedo

Posted by Picasa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário